Executivo-chefe da Microsoft afirma que planos de sistema operacional do Google não devem afetar desempenho do Windows
 

 

O CEO da Microsoft, Steve Ballmer, afirmou não acreditar que os planos do Google de lançar um sistema operacional para computadores chamado Chrome possa afetar o desempenho do principal produto da companhia, o Windows.

"Quem sabe exatamente o que é isso", alfinetou Ballmer, durante a conferência mundial da fabricante para parceiros, em Nova Orleans (EUA). "Para mim, este Chrome é interessante", continuou.

Ballmer informou que a intenção do Google de trabalhar dois sistemas operacionais - o gigante das buscas já possui o Android para dispositivos móveis - pode confundir o mercado. "Não sei o que se passa lá, mas pela última sondagem que fiz, você não precisa de dois sistemas operacionais", comentou o executivo. "Um só já é o bastante", acrescentou.

Alguns analistas, no entanto, devem discordar. O Windows Vista não agradou o mercado corporativo e uma pesquisa apresentada na semana passada pela ScriptLogic apontou que 59% das empresas não tinham planos de migrar para o Windows 7, que estará disponível, para corporações, em setembro.

Talvez, isso seja um indicativo de que a Microsoft precisa criar linhas separadas para consumidores finais e empresas. Os usuários corporativos continuam inclinados a permanecer com o XP porque não precisam das funcionalidades multimídias e recursos gráficos do Vista e do 7.

As vendas do sistema operacional da Microsoft registraram queda de 16% no trimestre mais recente. A Microsoft deve anunciar os resultados financeiros da companhia na quinta-feira (16/07).

Ballmer continuou a desdenhar o sistema. O Google Chrome, afirmou, "não deve acontecer no próximo um ano e meio."

 

Fonte: http://www.itweb.com.br/noticias/index.asp?cod=59126